fbpx
27 de julho de 2017

Quando a Fotografia encontra as Artes Plásticas

Há alguns dias pude curtir uma semana de férias em Paraty e também acompanhar de perto o trabalho do artista plástico Aecio Sarti, amigo da minha família, especialmente da minha mãe, Daisy Justus.

Ela poeta; ele artista plástico. Seus trabalhos se encontram em diversos momentos, mas isso acontece com muita força quando o artista une pintura e poesia em suas obras, como nesse quadro abaixo:

media-20170727

Aecio Sarti constrói seus retratos e representações humanas em uma mídia cheia de memórias e histórias: lonas de caminhão que são reaproveitadas e transformadas em verdadeiras e ricas peças de arte. Um trabalho cheio de força e afeto que transpira luz e que muito admiro.

Como tenho cada vez mais me aproximado da fotografia documental, aproveitei a oportunidade para fazer um ensaio bem diferente do trabalho que costumo realizar com famílias. A ideia era realizar uma série de fotos em seu ateliê, de sua obra e processo criativo. Sem nenhuma direção, mas com muita observação.

Olhem só algumas imagens:

storyboard988

storyboard989

storyboard990

storyboard991

storyboard994

storyboard995

storyboard993

storyboard996

storyboard997

E, depois disso tudo, é claro que não resisti e tive trazer um quadro para casa! Não vejo a hora de vê-lo aqui na parede. Depois mostro para vocês!

Quer conhecer um pouco mais sobre o artista? Aí vai o endereço do site: www.aeciosarti.com

E você, tem alguma experiência legal como fotógrafo documental para compartilhar conosco? Sinta-se à vontade para dividir nos comentários abaixo!

Abraço e até a próxima.

Comentários

Ter poemas presentes nas telas do artista plástico Aécio Sarti é sempre uma imensa emoção, não só pela qualidade do seu trabalho mas, principalmente, por nossa grande afinidade, parceria e amizade. Um sonho que se renova a cada compartilhamento.

E agora ao ver esse ensaio realizado por minha filha, Daniela Justus, fotógrafa da melhor qualidade, documentando o processo criativo do meu amigo, celebra em Paraty o encontro de diferentes linguagens da arte enlaçado em tonalidades de muita alegria, admiração e amor. Gratidão.

Adicionar comentário